Você quer empáticos? Trabalhe o foco!

Atualizado: 4 de set.

Isso mesmo!

Estudos provam que quando perdemos o foco, perdemos a precepção empática.

Olhar e ver o outro, reverberando sentimento, vem da nossa capacidade de empatia emocional: é preciso se conectar verdadeiramente com o outro.


Posso não ter vivido algo semelhante, mas reconheço o seu sentimento porque meu FOCO está em você.


Há um compartilhamento de emoções, que gera "uma sincronia física inconsciente que, por sua vez, gera uma sensação agradável" (pág 104, texto a tríade da empatia)

É nesta fórmula que criamos o maior e melhor momento de aprendizagem.

Entender o outro pela associação de sua fala, gestos, expressões, etc, nos permite aprender com o outro e também ensinar no tom certo.

Uma reunião, uma aula, um jantar, em que há um ambiente de sintonia entre os presentes, resulta, inevitavelmente, em um encontro de parceria e sucesso.

Cuidar do ambiente, por exemplo, favorece o alinhamento de ideias, sentimentos e foco.

Partilhar fotos nestes ambientes, divulgar imagens reconfortantes, trazer um vídeo de ações positivas que envolvam os presentes, fazer um espaço acolhedor, expressar suas questões.... Tudo isso movimenta áreas cerebrais que abrirão canais relacionais.

Na contra mão, quando estamos absortos em nós mesmos, não estabelecemos sintonia, e perdemos qualquer sentido e relação ao processo.

Sons que dispersam, brincadeiras que não se relacionam, falas desconectadas... São questões que criam imagens jogadas, causando uma sensação de distanciamento emocional e descaso com qualquer proposta.

Se queremos uma postura de compromisso e relação, precisamos olhar bem para estes fatos!

E atenção: ser empático no remoto, dá ainda muito mais trabalho.

Preciso redobrar a atenção em falas, posturas, dizeres; ver as mensagens para alem da tela.

Quem não reconhece suas emoções, jamais consegue lidar empaticamente com o outro.

Aqui podemos afirmar que a autorregulação emocional, trilha degraus de ascensão pessoal, passando pelo autocontrole, autoconsciencia e postura empatica assertiva.

Todos estes termos, revelam uma única verdade: existe uma assertividade quando me solidarizo com você de uma forma segura e que não me deixe me perder em suas questões.

Ser empático não significa necessáriamente ser simpático!

Muitas vezes em um grupo, permitimos que a atitude contraditória seja mais empática do que nossa proposta... Perdemos a atenção e/ou ainda favorecemos uma migração dos olhares para o outro, com que mais se identificam.

Em jovens isso acontece regularmente. É aquele momento que todos se voltam contra você.

Por que?

Porque houve mais identificação com uma fala contraria a sua!

E o pior, muitas vezes nem sequer era este o teor da nossa fala.

Surgem posturas contraditórias e de enfrentamento como muita facilidade, e isso é um alto grau de risco.

Parar a conversa e pedir que alguns coloquem como se sentiram na condução do assunto te dá tempo para retomar conduções e redefinir abordagens corretamentamente.

Este processo de autocontrole e favorecimento, é uma ação estruturada que precisa ser conversada com pais, professores, lideres e gestores.

Retomar a atenção com canais limpos de comunicação são técnicas que se estabelecem se trabalharmos para isso, baseados unica e exclusivamente na força de vontade

Você já ouviu falar do teste do marshmallow?

Acesse - https://www.onze.com.br/blog/teste-do-marshmallow/#:~:text=O%20que%20%C3%A9%20o%20teste,uma%20recompensa%20maior%20no%20futuro - sobre este assunto.

Trabalhar o autocontrole é uma aprendizagem que precisa ser desenvolvida.

Precisamos tirar a vida do automático.

Merecemos viver melhor e favorecidos pelos nossos sentimentos.

São estas inspirações que nos fazem a diferença :)

Comente neste blog as conquistas de inteligencia emocional que tem feito


gif


7 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo