E então a bomba: "não vão passar todo mundo?"

Quando ouvi isso dos meus alunos e minhas alunas quase surtei.

Como assim? Passar?

A gente não quer passar ou fazer repetir, a gente quer que vocês aprendam... e por ai foi a conversa.

Claro que para eles o que interessava era só entender, "primeiro disseram que ninguém repetiria, agora querem que só quem fez as entregas passem. Eu não consegui acessar nada"

E voltamos a lamentação.

Passado o primeiro susto, o que fica mais forte para mim é:

COMO SE ORGANIZAR COM AS ATIVIDADES QUE FIZ E AS QUE DEIXEI DE FAZER?

QUAL O PLANEJAMENTO COGNITIVO DA RETOMADA?


É isso gente, vamos arregaçar as mangas e por a mão na massa: ajudar os estudantes a organizar o retorno.

Fez? Não fez? Tinha como fazer?

É importante ouvir as questões, mas o fundamental é mostrar caminhos a partir do Agora

dicas que farão a diferença:




2 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Isso mesmo! Estudos provam que quando perdemos o foco, perdemos a precepção empática. Olhar e ver o outro, reverberando sentimento, vem da nossa capacidade de empatia emocional: é preciso se conecta